Psicanálise Integrativa de Resultado
Os idosos estão sendo vistos sob uma ótica equivocada há anos
A vida depois dos 60 deve ser tão interessante e prazerosa como em qualquer outra fase.
Tristeza, solidão, angústia, insegurança, impaciência exacerbada, temor injustificado, etc., são sentimentos limitantes, que comprometem o prazer e a alegria de viver em qualquer idade. 
Apesar de muitas pessoas com mais de 60 anos TAMBÉM sofrerem com estes  sintomas, isto não significa que sejam normais, nem que  devamos  nos resignar à eles, nem tampouco os torna menos dolorosos. 
É muito comum atribuir-se tudo ao fator cronológico, como se fosse um veredicto intransponível "próprio do envelhecimento" e assim, deixarmos de procurar um tratamento adequado. Quando muito são utilizados fármacos, que, mesmo não deixando de ter seu importante lugar  em uma determinada fase, não são suficientes para uma recuperação importante, verdadeira e duradoura.
Como qualquer outra fase da vida, nesta também nos defrontamos com desafios, tais como, sensação de solidão emocional, falta de tempo dos familiares, aposentadoria, ninho vazio, depressão, falta de motivação, falta de socialização mais diversificada, etc. 
Mas, como em qualquer outra fase da vida também, uma ajuda profissional adequada pode reverter estes sintomas, a rotina pode ser enriquecida e o retorno à um vida plena e gratificante, com interesses novos e muito prazer, está ao nosso alcance. 

Como em cada momento, existem peculiaridades que devem ser observadas. Isso acontece também em se tratando dos pré idosos, dos idosos e dos superidosos. O tratamento psicoterápico deve ser adaptado aos desejos, necessidades e dificuldades deste momento.

A busca pelo bem-estar e por uma vida plena de satisfação, deve ser uma prioridade, já que todos temos direito a ela seja qual for a etapa do caminho que estejamos percorrendo.

 

Outro fator importantíssimo, é que não há saúde física sem saúde emocional.

Muitas das chamadas "doenças crônicas, ou mesmo ditas  incuráveis", entram em remissão, quando o conflito interno que as provocou é ressignificado.

Somos um todo único. Quando uma parte sofre, a outra se ressente. Para se ter uma velhice bem sucedida, é necessário estar de bem com a vida.

"ONDE HÁ ALEGRIA NÃO HÁ DOENÇA"

Um grande abraço,

 

Eloah Mestieri

"O bem-estar emocional cura o nosso corpo e transforma a nossa vida"

           

Para saber mais, vá para a página

Hormônios da Felicidade

Clicando AQUI

 A raiz

É todo o nosso conteúdo  Inconsciente e nossa herança genética. 

Nossas experiências positivas e negativas deixam marcas  que determinam nossa identidade inconsciente.

Aí estão nossas fobias, traumas, 

tendências, recalques, conflitos, etc.

Cuidando das raízes, você transforma sua vida.

A copa

 É o que expressamos para o mundo. As impressões que passamos, a realidade que atraímos, nossas relações com as pessoas, nossas reações e nossa forma de viver e nos posicionarmos, independente do que desejamos.

O tronco

É o nosso "eu". Aquilo que somos desejamos, tememos e pensamos conscientemente. Nossos conceitos, preconceitos, valores, aversões etc. Até as impressões que desejamos passar, quem queremos ser, etc.