Buscar
  • Eloah

15-

Atualizado: Jan 10


A melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal, que influi no ciclo sono/vigília.

O pico da melatonina no nosso organismo é das 21hs às 3hs. A partir daí, a taxa desse hormônio começa a cair e a aumentar o cortisol. É o corpo se preparando para acordar.

Com o avanço da idade, essa produção natural tende a diminuir. É bom lembrar, que a simples exposição à luminosidade, é suficiente para suprimir a síntese da melatonina e provocar insônia. Então, ficar diante da TV, tela do computador, ou mesmo utilizar o celular, antes de dormir, interrompe a produção da melatonina e ativa a produção do cortisol (hormônio do stress e da atividade).

Portanto, principalmente para um "adulto plus", aqueles que já passaram dos cinquenta ou sessenta anos, é aconselhável tomar alguns cuidados, para que o sono venha de uma forma natural. São eles:

Evitar luminosidade intensa antes de deitar.

Comer alimentos que contenham um alto teor de melanina. Os principais: banana, nozes, chá de camomila, grão de bico, feijão, yogurt, folhas verdes, uva, ovo, suco de cereja, aveia, laticínios e aves em geral.

É muito conveniente, acostumar-se a comer uma banana com aveia e um chá de camomila um pouco antes de ir para a cama.

A ação natural da melatonina sobre a indução do sono inspirou a criação de formas sintéticas do hormônio, cujo objetivo seria criar um fármaco que ajudasse a combater a insônia sem provocar os efeitos colaterais dos medicamentos habitualmente utilizados com esta finalidade.

Sua forma sintética pode ser um auxiliar importante, já que apresenta baixa toxicidade e é bem mais segura, se comparada a outros hipno indutores.

A dose de melatonina capaz de simular a produção natural do hormônio é de 0,3 a 0,5 mg por dia. Como a dose comercializada mais baixa é de 1 mg, o mais indicado é que no início do tratamento o paciente tome meio comprimido de 1 mg 30 minutos antes de ir para a cama. Se não houver resultado, a dose pode ser aumentada progressivamente até 3 a 5 mg por dia (na maioria dos casos, a dose até 1 mg é mais do que suficiente).

Uma tacinha de vinho também pode ser um bom relaxante, mas depois de três dias o organismo acostuma e para se obter o efeito desejado, é necessário ir aumentando a dose, o que pode ocasionar outras inconveniências...

Porém, se você continuar a pensar no que vai dizer, fazer, arrumar ou resolver no dia seguinte, provavelmente seu sono também irá para bem longe. Nestes casos, um bloquinho e uma caneta na sua mesinha de cabeceira, podem ser suficientes. Anote e esqueça.

Mais uma coisa que você já sabe, mas é bom lembrar: dedicando alguns minutos para meditar durante o dia, seu sono melhorará sensivelmente. Se não tiver vontade de meditar, ou se isso te deixar ansioso (o que pode acontecer no começo) minha dica é você se sentar confortavelmente, relaxar os ombros e a face, e então imaginar que sua cabeça é uma bola de isopor, por apena dois minutos (se puder aumentar este tempo, será melhor).

Bom amigos, espero ter ajudado.

Eloah Mestieri- Psicoerapeuta Integrativa

1 visualização